12 de agosto de 2010

FÉ: NO MEU QUARTO TEM ... LUGAR DE CLAMOR

Num cantinho do meu quarto, ao lado da janela, existe este lugar onde eu me coloco em profunda oração, quando parece que a situação não tem solução. Nestas ocasiões, prosto-me literalmente ao chão, ou de joelhos e soluçando eu clamo ao meu Deus amado pedindo forças para suportar aquela tormenta. Choro, imploro e suplico. O meu Deus têm-me respondido e sempre. Acendo as velas também. Sinto-me protegida. Tem também meu Santo Antônio, que me atende correndinho, na maioria das vezes. Ou demorando um pouquinho, mas que atende, atende. Seu responsório é tiro e queda para rezar quando perdemos algo. Já o rezei pedindo calma a uma pessoa em desequilíbrio emocional. E muitas vezes! Ele é o santo da minha devoção. Ele leva depressinha o meu pedido ao meu querido Deus. Na parede está o ícone bizantino Jesus e sua doce mãe. A estampa é em seda italiana e por incrível que pareça, era um cartão de Natal. Eu era bem mocinha, quando eu a vi, pendurada num varalzinho num armarinho lá em Marília, na rua São Luiz. Passando pela calçada, olhei e me apaixonei. Pedi para minha mãe. Era época de Natal. Percebi seu constrangimento, pois ela estava desprevenida, mas a prima dela Hilda, comprou e me deu como presente de Natal. Como tenho mania de quadro nas paredes, transformei o cartão de Natal num quadrinho e coloquei-o no meu quarto.Desde entõ ela caminha comigo e muito tempo depois  mandei fazer a atual moldura. Sou visceralmente apaixonada pelas estampas da Virgem. Esta é a minha preferida entre todas as que me fascinam. Preciso descobrir o autor daquela pintura. Eu sei que a moldura não tem nada a ver com a do Cristo que está ao lado. Já pensei muitas vezes em colocar uma  igual ao do Cristo para harmonizar, mas ela é muito antiga e tem veludo verde musgo que era da roupa do meu filho, que na época tinha 3 anos. Imagine, agora ele está com 34 anos! Com o que sobrou do tecido, foi feita a moldura.  Ao lado, tem também a imagem de Nossa Senhora Aparecida, que foi-me dada após a morte de D. Luiza.  Levava a Eucaristia prá ela. Eu necessito das imagens. Eu preciso vê-las. Neste canto eu me sinto amparada e protegida nas minhas piores horas. O segredo é orar, orar sempre em todas as ocasiões, tendo ou não cantinhos. Se estou estendendo roupas, olho para o céu, tão imensamente lindo, brindo a Deus. Se me encanto com os botõezinhos que aparecem nas plantinhas eu fico feliz e agradeço pela Sua grandiosidade e generosidade. Procuro viver conectada a Ele em todos os momentos. Amém!

3 comentários:

Regina F.Murbach disse...

Santo Antônio é o meu Santo de devoção. Já recebi muitas graças dele. É por causa dele que moro hoje aqui ,ao ladinho de Sua Paróquia. Amo Santo Antônio. Lindo relato de seu cantinho de Fé.bjs.

Lucinha Cullen's Garden and Cia disse...

Que lindo amiga!
Suas palavras sempre me tocam de alguma maneira.
Amei seu cantinho de oração.
Tenho um sonho de construir uma grutinha pra N.Senhora, um dia quem sabe eu o realizo.
Sou muito devota de N.Sra. Aparecida, ela sempre me socorre nos momentos de aflição.
Eu passo aqui todos os dias, não deixei comentário porque passei rápido, tive uma semana muito atarefada.

Obrigada por comentar com a sua amiga daqui da NZ.
Você comentou sobre o Agapanto. Eu tive que rir. Você acredita que quando cheguei aqui pensei que fosse mato também..kkkk porque estavam tão magrinhas.rsr Mas não cortei, ainda bem que perguntei antes.rs
Vou postar muitas coisas, é que não sou boa fotógrafa, mas meu irmão está vindo no Ano Novo e vai tirar umas fotos pra mim.
Fica na paz!

RETIRO do ÉDEN disse...

Muito belo este cantinho.
Em minha casa, também existem os cantinhos...só sei estar perto deles...são os meus biblots rsrsrs. Troco qualquer peça, por mais cara que seja, por uma figura Biblica por mais humilde que seja...
Bjs.
Mer

Related Posts with Thumbnails