17 de outubro de 2011

ESPERANÇA


Esse é um quadro notável de um pintor chamado Frederick Watts. O quadro chama-se Esperança. Watts pintou uma mulher de semblante triste e desanimado, assentada no alto do globo terrestre. As costas estão curvadas como se carregasse um fardo insustentável. O olhar de desespero estampa-se em seu rosto. Numa das mãos da mulher, Watts pinta uma lira. Mas há um detalhe nesse instrumento que o pintor deseja ressaltar: todas as cordas estão quebradas menos uma. Quando alguém contempla esse quadro, logo se pergunta: “por que Watts o chamou Esperança e não Desespero?” Entretanto, logo descobre que a resposta está na única corda da lira que não se quebrou. AINDA HÁ UMA CORDA QUE NÃO SE QUEBROU!
Saibam que todas as coisas podem parecer perdidas, mas queremos dizer que Deus não permitirá que a última corda se rompa. Ao examinar a sua vida e achar que todas as esperanças estão falidas,

quero desafiá-los a olhar para Jesus e vê-Lo como a Âncora de nossa esperança.
Amém!!!



Desejo para você que esta semana e todas as outras do resto de  sua vida
sejam plenas de ESPERANÇA.

10 comentários:

✿ chica disse...

LINDA mensagem...
E vamos lá sempre com ESPERANÇA e sabendo ver que há ainda uma "corda" e ela nos ampara! beijos,chica

Joelma Benicio*´¯`*.¸¸.*´¯ disse...

Oi minha linda.
Bela mensagem para nos lembrar que Deus é nossa única esperança e que Ele nunca deixará desamparado um filho seu, ainda que estajamos por uma linha apenas.

Fique com Deus e Maria. Um grande abraço.

òtima semana proc tbm.

Imac by Artes disse...

Querida maria Luiza!
Ao contemplar esse quadro e ler o texto...
Sentimos o quanto Deus nos ama, nos sustenta
e nos dá esperança para enfrentar os intempéries da vida.
Abraços! Uma linda segunda pra ti.

lenalima disse...

Ólá amiga!
Deus nos ama, e sempre nos da a oportunidade de nos sustentarmos, mesmo sendo com uma corda só.
Abraços!!!

Tetê disse...

A esperança é a última que morre! E a nossa fé é que alimenta essa última corda de esperança que resta! Esse último final de semana teve encontro de adolescentes na Paróquia e o encerramento foi na missa das 19h. Foi uma forte emoção vê-los cheios de esperança de um mundo melhor e o Frei os revestiu da armadura celeste para que saindo dali pudessem lutar o bom combate e no próximo encontro, cada um (eram 60) possa levar pelo menos um amigo para o encontro! Foi lindo e nos encheu também de esperança! Obrigada, querida, pela visita ao Manancial! Ah... a Rô já postou nossa foto na celebração do dia 12! Bjks e uma semana abençoada! Tetê

Felipa disse...

Ora aí está um ótimo texto para estes tempos de crise financeira e moral que estamos a viver!
Obrigada pela partilha, querida amiga, por vezes as coisas simples são demasiado óbvias e passam despercebidas, é necessário que alguém nos chame a atenção para elas.
Que nunca nos esqueçamos de procurar a corda que ainda não rebentou nas nossas vidas e que está, quem sabe, bem à vista dos nossos olhos.
Bj

Lucinha disse...

Maria Luiza,

Eita ferro, como dizem meus familiáres lá de MG.
Quando vi a imagem, tentei imaginar mil coisas, mas achei o quadro triste. Quando li o texto que pude perceber a grandeza de ensinamento que esse quadro nos trás.
Há sempre um fio de esperança, por mais que parece que não existe mais solução. Nada está perdido enquanto se tem pelo menos uma corda da vida para nos sustentar.
Na esperança não há lugar para desespero. Ela é o caminho que nos leva à vitória.
Parabéns Maria Luiza, por tão linda e profunda publicação. Amei!

Élys disse...

Quem crê deve manter sempre acesa a esperança, pois Deus a ninguém desampara.
Beijos.

Ailime disse...

Maria Luiza,
Uma excelente partilha!
Quando pensamos que Deus está longe de nós Ele está segurando a "corda" e não nos deixa cair.
Um beijinho e muito obrigada.
Com a minha amizade,
Ailime

Cláudia de Jesus Pinheiro disse...

Oi Maria Luiza,
Obrigada pelo carinho e presença em meu blog.

Que lindo o quadro e a interpretação do artista.
Exemplificou lindamente a ação de Deus em nossas vidas!

Paz de Cristo!

Related Posts with Thumbnails